Terapia Cognitivo-Comportamental


A terapia cognitivo-comportamental agrupa a teoria da personalidade e a teoria da psicopatologia.

Tem como embasamento conceitos do Behaviorismo juntamente com Teorias Cognitivas.

Dentro dessa abordagem, o terapeuta trabalha o acolhimento do indivíduo que sofre uma determinada dor psíquica, entendendo-o dentro de sua queixa e fornecendo para ele ferramentas para que o mesmo consiga trabalhar suas emoções, pensamentos e comportamentos, modificando o sistema de significado que esse indivíduo dá a sua dor.

Logo, o primeiro passo do terapeuta, depois do acolhimento, é entender o caminho que o indivíduo percorre para chegar a sua dor, e só então trabalhará os próximos passos da terapia.

É função da TCC identificar as crenças do indivíduo e fazer com que ele entenda as mesmas para só então trabalhar a ressignificação, a mudança de seus pensamentos, comportamentos, o controle de suas emoções, ou seja, a sua autonomia sobre si mesmo.

A TCC trabalha desde crianças a idosos, pode ser utilizada em grupos e também com casais e famílias. As sessões têm duração de 50 a 60 minutos e a terapia dura o tempo necessário para que o paciente demonstre autonomia diante das ferramentas fornecidas pela terapeuta. Assim que o indivíduo passa a não precisar mais da intervenção do terapeuta, ele está pronto para seguir seu caminho sozinho.

SILVA, Marlene Alves da. Terapia Cognitiva-Comportamental: da teoria a prática. Psico-USF, Itatiba , v. 19, n. 1, p. 167-168, Apr. 2014.

Fig 01.: https://www.vittude.com/blog/terapia-cognitivo-comportamental/

Próximo Evento: